Posts com Tag ‘vida’

 

 

 

Quero a vida como no comercial de manteiga, onde todos sentam a mesa felizes e sorridentes. Não devemos apenas sobreviver, subjugando um dia após o outro, tragando a indiferença com as colheres de feijão. Deve-se viver, como o ideal noticiado. Como naquele belo trecho dos livros de autoajuda. Deve-se viver, mais do apenas existir. 

 

De todas as cenas lindas das casas de família, onde sentam a mesa essas pessoas com caras felizes cheias de tudo, sem falar nada. Engasgadas com tudo que não podem até um dia precisar fazer uma traqueostomia para tirar tudo que havia engasgado. Não existe revolução sentado ao sofá. Não existe uma evolução tranquila com arco-íris e roda de ciranda. 

 

É preciso sangrar e chorar no caminho. É preciso carregar as pedras que te jogam, para depois descobrir se fará muros com tais pedras ou usará dinamite! Perambulamos no meio de uma multidão, que é um coletivo solitário. Ansiosos para consumir o que é proposto; lhe dão uma marca para comprar, e será comprado, pois o nome prece qualidade ou status quo. 

 

Estamos perdidos sem saber. E isso é apenas um esboço do que realmente deveria ser a vida, um rascunho malfeito que nos foi dado como bênção para ser executado no cotidiano. Coma seu pão, tome seu café, e tenha um bom dia. Não pense na vida, pense somente nos problemas imediatos que devem ser cobrados.

 

Como se fosse engrenado por mentes diabólicas como só um ser humano pode ser, tudo se entrelaça de uma forma que só podemos pensar nos nossos problemas imediatos, e assim progredimos com nosso individualismo que esconde o ego enorme que carregamos, e acima de tudo, somente para contrair essa ego, que vive em uma contradição, pois nunca será realmente livre e a vida que almeja é apenas um modo de sobreviver. 

A vida como deve ser vivida, só existe nos livros e filmes utópicos.

Anúncios

Planos e Metas

Publicado: março 19, 2010 em Sem categoria
Tags:, , , ,

Quais eram seus planos quando criança? E depois, o que mudou quando se tornou adolescente?
E quando se tornou adulto, mudou muita coisa? Planos e metas…vão se modificando com o passar dos anos.
Dificilmente temos o que queremos. Dificilmente faremos o que queremos.


E só existe uma coisa mais estranha que você: A vida.
Ela(a vida) se torna, algo indefinivel, por palavras ou atos.
E tudo o que você sonhava construir pode desmoronar da noite para o dia.


Existe algo estranho no mundo. Na realidade , existe algo estranho com todo mundo.
Fazemos caras de bons amigos , estendemos as mãos, mas dificilmente dizemos o que queremos.
Não falamos o que pensamos. E existem muitas mãos amigas estendidas de formas estranhas.


Mas e o destino? É algo para se acreditar? Ou somos donos de todas as nossas ações?
Creio que é impossível pensar que estamos livres de qualquer Destino.
Por mais forte que somos em nossas convicções, a vida vêm e nos mostra o total oposto do que pensávamos.

E as emoções que tantas vezes nos controla  e passa por cima da razão….essa também é um boneco na mão do destino.
Como se fizemos parte de uma grande encenação cósmica, onde tudo tem seu devido lugar e papel, mas o qual ninguém sabe realmente qual é o papel que estão interpretando.
E tudo acontece de formas estranhas, sem se fazer perceber, tudo muda. Da água para o vinho.


E agora , perdido nesse espaço. No mundo, no Universo, nesse tempo, nesse mesmo lugar , nessa carne.
Perdido dentro de si. Sendo tragado por dúvidas que preferia desconhecer, o universo brinca com você.
O destino joga as cartas e pede para que você jogue. Mas o que falta é a opção de dizer :”Não! Não quero jogar”
O que falta é a razão nesse movimentos loucos , e nessas ações caóticas.
O que falta é saber porque tudo tem que acontecer dessa forma.


Quando todos os seus planos se tornam nada.
Quando todos as suas metas se tornam nada.
O que falta para saber , qual é o objetivo de tudo isso?
Planos e metas….não levante da cama sem eles.

A luta

Publicado: setembro 8, 2009 em Sem categoria
Tags:, ,

A vida nos golpeia , com força e em diversos pontos-fracos
Não há misercórdia , apenas uma mão inclemente a golpear
Aquele que golpeia é invisivel , intangível e desconhecido

São tantos os golpes , que parecem vir de todos os lugares
É difícil se manter em pé , é dificil se manter consciente
Perdemos mais do que o tempo nessas lutas , muito mais…

Se pudesse saber com o que se luta ; se pudesse ao menos se defender
Não há misercórdia , apenas uma mão inclemente a golpear
Chega a ser opressivo e angústiante presenciar tamanho massacre

O inimigo é implacável
O inimigo é impiedoso
E ele não se importa…