Geração Esquecida. (Perdida)

Publicado: setembro 5, 2011 em Uncategorized
Tags:, , , , ,


Juventude perdida. Não há crise, guerra ou ideologia a se combater. Apenas o caos pessoal. Não existe o mal do século, byronismo, ou noção maniqueísta, nada a se perder. Sem noção dos porquês, só existe uma geração esquecida.
Uma situação aterradora, onde o caos é encoberto de calma com pequenos tumultos no horizonte.

Só existe essa geração perdida, no meio de guerras conceituais, onde a certeza é vendida a quem paga mais a frente desse fronte.Perdemos nossos 20 e poucos anos, com morte cerebral. Aneurisma de forma fulminante, só sobram o corpos a serem velados. Sem socorro, sem super-homem no céu, sem divindade do sol e da colheita, sem bandeira ou qualquer símbolo nacional.

O amor esta estatelado no chão, onde a pomba branca da paz bica suas orbitas expostas. Seu feto está em um pote com formol. A geração se perdeu, a força se esvaiu, e agora sem propósito corre descalço pela rua em direção ao sol. A fome não parou, a sede não cessou. As ideias são praticamente as mesmas, com roupagem nova e nova maquiagem.

As risadas não enganam mais, as compras no shopping não preenchem esse vazio, toda história que findou, nem as sacolas da igreja significam algo nessa engrenagem. A estupidez se perdeu com a juventude, a idade chegou mas ainda se espera a maturidade.

“Quando se tornar adulto?”. Geração canguru, XY ou qualquer nome comercial e insignificante, a maturidade não vem com a idade. Parece mais velha, mas morre aos poucos no falso carpe diem, um bucolismo sem razão. Sem fé, ou com fé demais, pra onde vai? A quem se importa? Quem é que fica? A quem se espelha? As feridas do corpo não dizem nada, os traumas na mente não dizem nada, e os gritos dentro desse corpo não dizem nada.

As desculpas estão acabando, os retratos na parede dos pais de nossos pais estão perdendo o foco. Não há distinção do que é exato e agora, que o certo e o errado se parecem tanto no momento de dor? Como se saíra desse sufoco?
Só o silencio, dessa juventude tardia, essa geração perdida. Seus 20 e poucos anos atrelados a pólvora e dinheiro. Suas certezas incautas e desprevenidas.

A fumaça que atinge a mente não traz mais euforia, nem mesmo a bebida, pois está tudo nublado, o sol está cinza, junto com as nuvens perdidas.
Tudo está cinza, a visão de nossos pais está esquecida. Só o cotidiano ligado para tentar fazer esquecer, a amnésia provocada e estimulada pelo subconsciente dessa geração perdida. Só a necessidade de ser vazio e orar pelas coisinhas belas do ser e ter.

Sem o veneno da cobra, sem a picada do escorpião. Só uma juventude perdida, esquecida, uma geração irada e com remorsos no coração. A passividade terminou. Agora o anjo que sempre quisemos acreditar se junta a nós dentro desse caixão!
É preciso explodir esse abismo antes que o abismo engula esse pedaço do mundo. Antes que ele nos exploda, e nos jogue dentro de um precipício sem fundo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s