Ao homem que teve tudo…

Publicado: fevereiro 14, 2010 em Sem categoria
Tags:, , , ,

Ao homem que já teve tudo…
Quisera demais; sonhou acordado a maior parte do tempo
Leu contos de fadas e se interessou, pensou na possibilidade de ser realidade.
Ao homem que teve tudo, bastou querer.
A ambição era abraçada como progresso,
Cada passo adiante era calculado, sem saber se era possível.
Para  ter um reino bastava a coroa e o trono.
Era dono de si, e de outrem. Tinha vontades e bastante do mundo.
Não se aguentava em si, se derramava por ai…ele tinha tudo.
Pequeno rei, de um reino pequeno. Sem terras . Sem súditos.
Mas ele, sim, esse homem teve tudo.
Um pouco do céu, da terra e do mar.
Ouro não lhe faltou, amor foi lhe dado.
Criou laços e um lar. Mas sempre faltou algo.
No meio de sua loucura, faltou algo . 
Faltou um pedaço perdido de sanidade.
Faltou querer ser normal. 
Faltou ser mais um rei entre tantos reis.
Faltou reivindicar aquilo porque lutou tanto.
Faltou ser menos do que queria.
Ao homem que teve tudo, não lhe resta mais nada.
Nem mesmo a ambição(que era elogiada), a esperança e os sonhos.
Ele perdeu tudo que tinha conquistado.E agora?
Ao homem que teve tudo, o que lhe resta a não ser saudades?
Anúncios
comentários
  1. Henry Barros disse:

    melancolico, porem é um texto muito bonito =]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s